Enquanto o mundo luta com o COVID-19, é imperativo levar em consideração o que o mundo pós-COVID significará para o setor de publicidade e propaganda.

A pandemia acelerou a transformação digital e deu novo poder a muitas indústrias online. Nunca antes estivemos tão dependentes da Amazon ou do Zoom para simplesmente passar o dia, o que significa que devemos tomar decisões que usem essa nova confiança na tecnologia a nosso favor.

Este artigo abordará seis estratégias de como o mercado tem feito sua publicidade e propaganda em meio à crise e como você pode manter, e até mesmo expandir, mesmo em meio a dificuldade.

Confira!

1. Concentre-se nos clientes que você já tem

Se você está lutando para atrair novos clientes, tente se concentrar mais naqueles que você já tem ou que ainda estão com você, apesar da crise econômica.

Além de criar serviços e campanhas publicitárias para ajudar em suas novas necessidades, você também pode emitir reembolsos para clientes que tinham assinaturas pré-pagas ou pagavam automaticamente durante o período de lockdown.

Embora isso possa prejudicar seu fluxo de caixa no curto prazo, o dinheiro que você devolver provavelmente voltará para você quando a economia se restabelecer e seus clientes, agora leais, estiverem prontos para começar a comprar novamente.

Neil Patel, por exemplo, passou a oferecer seus recursos premium do UberSuggest com a versão gratuita. Embora tenha visto uma diminuição nas inscrições de teste gratuito, ele viu uma demonstração de apreço de dezenas de pessoas dentro do setor, enviando e-mails e agradecendo, e alguns até comprando o plano pago como um gesto de gratidão.

Além disso, apesar de ele não ter visto mais dinheiro entrando, ele viu seu tráfego aumentar.

A questão é: preste atenção em seus clientes e colegas de trabalho quando os tempos forem difíceis e as taxas de desemprego forem altas. Eles vão agradecer de uma forma ou de outra. E você provavelmente verá crescimento em outras áreas, como lealdade do cliente, reconhecimento da marca, tráfego orgânico, engajamento na mídia social e talvez até mesmo novos clientes em potencial.

2. Entre de vez no mundo digital

Com os lockdowns e restrições de viagens da pandemia, não é surpresa que tudo esteja virando digital. Scott Jones, o CEO do 123InternetGroup, disse à Forbes que eles viram um aumento nas empresas que desejam criar ou atualizar seus sites, criar novas campanhas de mídia social focadas em pessoas em home-office e se concentrar mais em tendências e canais de e-commerce.

Agora é a hora de aumentar sua presença digital. Você provavelmente já tem algumas de partes do seu negócio em formato digital, mas a pandemia nos mostrou o quanto podemos fazer online.

Por exemplo, você pode automatizar sua comunicação por e-mail ou até mesmo seus serviços. O iNECTA, um software ERP em nuvem para a indústria de alimentos, agora permite aos clientes receber mercadorias, rastrear lotes, criar faturas e gerenciar seus negócios na área alimentícia, tudo por meio de uma ferramenta 100% online.

O mesmo vale para algo tão básico como aulas online. A Preply, uma empresa de ensino de idiomas, viu um aumento nas vendas após o COVID-19 porque eles estavam à frente no jogo.

Não importa o setor em que você esteja, sempre há mais coisas que você pode fazer online, e ter esses recursos o ajudará a se destacar de seus concorrentes e se destacar para clientes em potencial.

Algumas ideias sobre como digitalizar seu negócio:

  • Invista em um bom software de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM).
  • Hospede webinars informativos para construir confiança e atrair novos clientes, ou mesmo para funcionários aprimorarem suas habilidades.
  • Apoie as necessidades do home-office de seus funcionários.

O resultado final é que, quanto mais processos você tornar digital, mais você pode se manter envolvido com seus clientes e funcionários, o que é crucial para uma empresa se manter resiliente e prosperar.

3. Invista em anúncios do Facebook

À medida que mais pessoas passam o tempo em casa e nas redes sociais, o ROI dos anúncios PPC em muitos setores disparou. Esta é uma boa maneira de lembrar às pessoas que sua empresa está viva e que você almeja ser uma parte muito significativa do ‘novo normal’.

Os anúncios do Facebook, em particular, são bastante acessíveis – mesmo para empresas locais – e podem ajudá-lo a mostrar quaisquer mudanças que você tenha feito em sua empresa ou quaisquer descontos ou promoções exclusivas que você possa estar oferecendo.

Os anúncios online sempre foram envolventes, acessíveis e bem direcionados, mas agora, mais do que nunca, eles oferecem a capacidade de realmente expandir seus negócios.

Com os recursos de segmentação de público do Facebook, você pode alcançar clientes com base em gênero, localização, hobbies e interesses, estado civil, profissão e assim por diante.

A pandemia também reduziu o CPM (custo por mil impressões) dos anúncios, uma vez que as empresas não têm um orçamento de marketing muito grande disponível.

Este é um bom momento para investir em uma boa estratégia de anúncios no Facebook que pode servir como uma forma acessível de atrair leads e vendas que o ajudarão a ganhar mais dinheiro.

As mensagens publicitárias são mais eficazes quando são consistentes e repetidas. O que torna o redirecionamento do Facebook outra estratégia para tentar durante e após a pandemia de COVID-19.

Com o retargeting, você direciona seus anúncios para pessoas que já tiveram algum tipo de contato com sua marca. E aqui voltamos ao nosso primeiro ponto sobre investir em seus clientes existentes – é a mesma lógica.

4. Faça ofertas exclusivas

À medida que as empresas começarem a reabrir, uma boa maneira de atrair o interesse das pessoas é oferecendo promoções exclusivas. Você pode anunciar essas ofertas em plataformas de mídia social, bem como e-mails promocionais.

Esse tipo de oferta ajudará a atrair novos clientes, ao mesmo tempo que desperta o interesse dos antigos clientes. Essa ideia pode funcionar para vários setores (teatros, spas, academias etc.), mas funciona particularmente bem para os setores que foram duramente atingidos pelo coronavírus – restaurantes e turismo, por exemplo.

Descontos, brindes e opções de economia semelhantes podem ser o incentivo de que os clientes precisam para investir em você. Você pode até oferecer acordos de associação para clientes que optam por investir em você durante um determinado período de tempo. Isso o ajudará a ganhar algum dinheiro, mesmo em tempos difíceis.

5. Revise sua estratégia de comunicação

À medida que as prioridades e os horários das pessoas mudam, a estratégia de comunicação que você tinha em ação pode não estar certa. Seria sensato repensar as newsletters que você está enviando, o conteúdo que está criando e a abordagem geral que você tem para com seus clientes.

Isso pode significar refazer seu calendário de conteúdo por completo ou talvez deixar alguns blog posts em segundo plano enquanto você se concentra mais em artigos que atendam a dúvidas, medos e questões relacionadas à situação atual. Isso também significa que você precisa dedicar algum tempo para conhecer seus clientes pós-COVID-19.

Uma maneira de fazer isso é enviar uma pesquisa por e-mail com perguntas sobre suas prioridades, pontos fracos e desejos atuais. Faça com que essas perguntas sejam fáceis de responder (múltipla escolha ou escolha um ponto em uma escala), mas mantenha algumas em aberto, pois assim você poderá descobrir algumas informações valiosas sobre seus clientes.

Você pode usar essas informações para repensar sua estratégia de publicidade e propaganda e servir melhor seus clientes. Ou até mesmo dar uma reformulada em seus anúncios, e-mails, vídeos, webinars e episódios de podcast para manter as prioridades atuais de seus clientes em mente.

A Mediavine, uma rede de publicidade voltada para blogueiros, fez um ótimo trabalho enviando e-mails constantemente durante e após o pico da pandemia, com recursos úteis, atualizações e mensagens de apoio.

Reservar um tempo para comunicar aos seus clientes que você está ao seu lado agora terá um impacto duradouro além da pandemia.

6. Concentre-se em alguns dos principais canais de publicidade paga

Como mencionado acima, os anúncios PPC são o caminho a percorrer agora, mas se concentrar em anúncios do Google, LinkedIn, Twitter, Facebook e do Instagram de uma vez pode não ser o ideal para você. Descubra onde o seu público-alvo está e, em seguida, concentre a maior parte de seus esforços de PPC nesses canais.

Por exemplo:

  • Se você for uma empresa de beleza, seu público-alvo provavelmente estará no Instagram.
  • Se você tem um negócio mais sério, como um centro de recuperação de dependência química, pode se concentrar mais no Google.
  • Se você tiver uma ferramenta ou serviço relacionado a negócios, o LinkedIn será a sua escolha.

Sobreviva e prospere em tempos de crise

Ter algumas estratégias sólidas para se apoiar enquanto o mundo se acalma pode não apenas ajudar sua empresa a se recuperar, mas também dar a você uma vantagem sobre seus concorrentes.

E para te ajudar a implementar essas estratégias e se comunicar de maneira efetiva com seus clientes, você pode contar com a Startwp. Com empresas especializadas em marketing digital, publicidade e propaganda, você poderá manter e até mesmo expandir seus negócios em tempos de crise.

Entre em contato hoje mesmo e descubra as oportunidades de crescimento que a crise pode te proporcionar.

Quer saber mais sobre este e outros assuntos? Acesse nosso blog e mantenha-se atualizado!