Desde 2019 já se observava em inúmeras matérias e pesquisas que o uso de IA (inteligência artificial) seguia uma crescente cada vez mais intensa. Em 2020 estima-se que essa tecnologia poderia, inclusive, afetar o PIB (Produto Interno Bruto) de forma positiva. Com a chegada da pandemia o cenário passou por movimentos nada esperados, mexendo com a expectativa e com as previsões de todo o mercado.

Mesmo diante de um cenário sensível, o assunto inteligência artificial não deixou de ganhar força, especialmente por ser um recurso que garante maior fluidez ao trabalho, justamente por automatizar tarefas e, com isso, garantir mais produtividade.

“Desde que a pandemia se iniciou pudemos conferir um aumento do uso do nosso bot SARA para questões de atividades de gestão em mais de 70% em relação aos meses iniciais do ano. Conferimos também que nossa a AI foi mais consultada para atender questões ligadas a nota fiscal eletrônica, DIRF, RAIS, IR e escrituração contábil, pontos que atendemos com uma assertividade de 99%”, destaca Maycon Edinger, Head de Produto da Senior Sistemas.

Para levar esse tipo de ganho para outras empresas, a Senior Sistemas, empresa de tecnologia para gestão, criou o BotFactory, solução para que clientes possam criar de forma independente seus próprios bots. Com essa inovação é possível criar e incorporar bots no site; treinar a ferramenta para oferecer maior aprendizado e consistência no retorno das mensagens ao usuário; monitorar conversas em tempo real e realizar customizações.

Assista ao vídeo sobre como criar um Bot para a sua empresa:

Entendendo o que é IA e o que ela pode fazer

O BotFactory da Senior permite que profissionais desenvolvam robôs que auxiliam na disponibilização de informações empresariais sem a necessidade de conhecimento técnico. Os bots são capazes de responder perguntas frequentes, como dúvidas sobre rotinas de Recursos Humanos, eventos, apresentação de produtos e outros temas.

Para Maycon, de modo geral, a Inteligência Artificial funciona a partir de um computador que é programado para aprender. Em um cenário onde estamos cada vez mais conectados e gerando informações de forma contínua – e que se tornam dados armazenados em sistemas – saber tratar essas informações pode ser a grande chave para as empresas.

Melhora nos indicadores da pandemiaGrande São Paulo e mais cinco regiões entram na fase verde do Plano SP; cinemas e teatros podem abrirA fase verde permite menor restrição em estabelecimentos comerciais e a retomada das atividades do setor cultural

A adoção de Inteligência Artificial nas organizações traz inúmeros benefícios, como redução de custos, automação de tarefas, diminuição de erros, otimização de ações burocráticas e maior produtividade. 

“Os colaboradores são sem sombra de dúvida o principal ativo de uma empresa. Diante disso, é muito mais produtivo deixar as pessoas atuarem em tarefas de maior valor agregado, deixando as atividades corriqueiras e repetitivas serem suportadas pela tecnologia”, complementa.

“Nossa capacidade de analisar uma grande quantidade de dados de forma rápida e eficiente é limitada, especialmente porque lidamos com uma rotina extremamente agitada e multitarefa. Por isso o uso da Inteligência Artificial se torna um grande diferencial competitivo para as empresas”, explica.

Além de resolver alguns problemas específicos e interagir com o ser humano, o “robô” responde de forma estruturada, direcionando a conversa para o resultado que se espera. 

“Também é possível aplicar essa tecnologia em outros agentes, atuando de maneira mais analítica e preditiva, buscando padrões em grandes quantidades de dados históricos, que normalmente estão presentes nos sistemas de gestão da empresa. Esses robôs podem ser capazes de avaliar cenários, conseguindo sugerir caminhos de sucesso a serem seguidos, auxiliando um melhor entendimento de negócio e das ações a serem tomadas”.

Potencialize seus softwares de gestão com a IA

Hoje já lidamos diariamente com soluções capazes de compreender a linguagem natural e a identificação de padrões. Estas características somadas a AI e aplicadas ao mundo corporativo são capazes de gerar uma verdadeira revolução, visto que quanto mais uma empresa avança em sua evolução, mais a inteligência artificial pode oferecer no âmbito de negócio, de forma simultânea e interessante para momentos de decisão de uma empresa.

“Uma empresa que já atua com os principais softwares de gestão mercado, seja ERP, WMS, HCM, etc, pode integrar inteligência artificial nessas tecnologias para garantir um acesso cada vez mais ágil aos dados de negócio, e com isso garantir insights e movimentações de negócios em mãos, sempre que for necessário. Uma agilidade que atende a nossa realidade competitiva hoje, independente do segmento e atuação da empresa”, destaca o especialista da Senior.PUBLICIDADE

Aplicar IA é fácil?

Segundo Edinger, qualquer tecnologia chega para resolver uma dor, uma necessidade latente dentro do negócio. “Se aplicarmos um chatbot de atendimento ao cliente, haverá um esforço inicial das pessoas especialistas em ensinar este bot como ele deve proceder. O uso dessa inovação está ligado com uma necessidade que hoje vemos muito no mercado, a de oferecer a melhor experiência de compra ao consumidor”, exemplifica.

Passo a passo

  1. Definir a necessidade, o problema que a tecnologia poderá solucionar dentro da realidade do seu negócio.
  2. Inserir o investimento dentro de um plano de implantação, algo que pode ser feito em parceria com a Senior, que oferece o BotFactory, ferramenta para construção e treinamento de bots.
  3. Acompanhamento para fazer os ajustes e constantemente aprimorá-lo para sempre ser o mais assertivo possível.

Fonte: Infomoney