A data do Dia dos Namorados é celebrada no Brasil em 12 de junho, diferentemente dos Estados Unidos e Europa, que celebram o Valentine’s Day em 14 de fevereiro. Mas por que essa data é celebrada em junho e como isso teve início no Brasil?

O motivo é exclusivamente comercial. Sim! A ideia de estabelecer a comemoração veio do publicitário João Doria, pai do governador de São Paulo João Doria Jr. Dono da agência Standart Propaganda, ele foi contratado pela loja Exposição Clipper com o objetivo de melhorar o resultado das vendas em junho, que sempre eram muito fracas.

Assim, o mês de junho foi escolhido porque era justamente o mês de desaquecimento das vendas. O dia 12 foi escolhido por ser véspera da celebração de Santo Antônio, que já era famoso no Brasil por ser o santo casamenteiro.

Unindo, então, o útil ao agradável, Doria criou a primeira propaganda que instituiria a data no país em 1948. “Não é só com beijos que se prova o amor!”, dizia um slogan do primeiro Dia dos Namorados brasileiro. “Não se esqueçam: amor com amor se paga”, afirmava outro. A propaganda foi julgada a melhor do ano pela Associação Paulista de Propaganda à época.

No ano seguinte, a celebração alcançou todo o continente brasileiro e o Dia dos Namorados se tornou a terceira melhor data para o comércio no país – atrás apenas do Natal e do Dia das Mães. A média do faturamento do dia romântico já chega perto de R$ 1,5 bilhão.

Expectativas do Mercado para a data do Dia dos Namorados em 2021

Em 2021, ainda que seja o segundo ano da celebração em pandemia, as expectativas são boas! Estimativas da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) apontam que a data vai movimentar 1,8 bilhão no varejo brasileiro, sem falar nos serviços agregados, como a cadeia de restaurantes. O segmento que ainda é o grande carro-chefe da data é o vestuário.

Estudo realizado pela CNC aponta que o segmento de vestuário, de calçados e acessórios deverá movimentar R$ 797 milhões, o equivalente a 44% do total de compras. E as vendas online estão aquecidas. Muitas lojas e marcas estão investindo pesado para conquistar o coração do seu público consumidor e os apaixonados de plantão (e pandemia) que querem surpreender o amado ou amada.

O otimismo/esperança (59,4%) e o valor afetivo da data (31,7%) foram os principais motivos apontados na pesquisa com empresários e lojistas para as expectativas por esse resultado positivo em 2021. Por outro lado, a pandemia (78,1%) e a percepção de continuidade da crise econômica (40,6%) fazem com que 29,0% das empresas acreditem em vendas inferiores às do último ano de 2020.

Estratégias do Comércio e das Marcas no Dia dos Namorados 2021

A adoção de ações estratégicas por parte dos empresários evidencia o destaque especial atribuído à celebração da data que, em 2021, cairá no sábado, e sensibiliza consumidores de diversas faixas de idade e renda. Aos empresários e empreendedores cabe se estruturarem para melhor aproveitar as oportunidades de negócio geradas pela data que fecha o calendário promocional do primeiro semestre.

Segundo pesquisa da Federação de Comércio Varejista, para melhorar as vendas no período, 45,7% das empresas entrevistadas irão investir em propaganda e 34,8% pretendem oferecer promoções e liquidações para atrair o consumidor.

As estratégias apontadas na pesquisa são: propaganda, promoções, sorteios e brindes online, diversidade do mix de produtos, atendimento diferenciado, formas de pagamento, crédito facilitado e visibilidade da loja.

Os empresários acreditam (92,7%) que os consumidores efetivarão as compras próximo à data. Na visão desse público, os consumidores devem optar por presentes entre R$70,00 e R$200,00, faixa apontada por 47,5% dos entrevistados, majoritariamente, com pagamentos no cartão de crédito.

Para conquistar uma boa fatia dos valores investidos na data e nos presentes, as marcas preparam seus canais de atendimento com foco na identidade, claro, da loja, mas também da data em si, planejam conteúdos personalizados e bem direcionados aos casais, campanhas, e-mail marketing, estrutura logística para as entregas, vitrines atrativas. Tudo, tudo pensado para a ocasião.

Ações que as marcas promoveram em 2020 e marcaram o mercado de marketing

Em parceria com o chef Felipe Bronze, a marca de cerveja Stela Artois entregou refeições para casais que estavam passando o período de distanciamento juntos ou separados. A ideia foi produzir uma experiência semelhante a ida a um restaurante, sem precisar sair de casa.

Além dessa ação, a cervejaria também promoveu um cine drive-in em São Paulo capital, o Cine Stella. A sessão exibiu o filme “La La Land: Cantando estações” e manteve não só o romantismo, como deu um toque de nostalgia à data. Também rolou venda de alimentos por aplicativo e parte do dinheiro arrecadado foi destinado à instituição “Fome de Música”.

A Heinz, em parceria com a hamburgueria Frank & Charles, de São Paulo, propôs uma ação bem criativa. No Dia dos Namorados, as duas marcas entregaram lanches com declarações de amor escritas no pão de hambúrguer. Para participar, bastava comentar um post no Instagram da marca de catchup.

Ressignificação de data, espaço, tempo e ambiente; posicionamento de mercado; atuação direcionada a nichos… seja qual for a sua estratégia, mapear o comportamento do seu público e se adaptar para estar bem próximo dele pode ser fundamental no planejamento de suas campanhas de marketing de oportunidade!

Conte com o hub de negócios da Startwp para criar estratégias full marketing para o seu negócio.